Korcula, a ilha de Marco Polo

O litoral da Croácia tem várias ilhas, cada uma mais encantadora do que a outra. Dessa vez, conhecemos Korcula (pronuncia-se “Kortchula”), uma ilha que disputa com Veneza  ser o local de nascimento de Marco Polo. Como Veneza tem muitas atrações e é uma das cidades mais visitadas do mundo, deixemos à pequena Korcula essa primazia, que só lhes faz bem. Andar pelo Centro Histórico de Korcula (ou Old Town, como dizem) faz você se sentir parte de um filme medieval. As casas, igrejas e palácios são feitos de pedra e têm telhados alaranjados, compondo um cenário digno de filme. A caminhada é suave e pode ser feita em apenas um turno, mesmo que você tenha o hábito de parar para tirar muitas fotos e contemplar a vista. O passeio começa quando cruzamos o Land Gate, a porta da cidade, que até hoje é envolta por muralhas do século XIII, muito bem conservadas. Em cima dela está a Torre Veliki Revelin, na qual é possível subir para se ter uma vista panorâmica da cidade. O interessante é que Korcula foi projetada para não receber tanto os ventos do mar. Nada que a torne quente e desagradável. Mesmo no verão, quando recebe milhares de turistas, a cidade é fresca e agradável.

Ainda na Cidade Antiga está localizada a Catedral de São Marcos, construída em estilo gótico-renascentista com pedras calcárias extraídas da ilha entre os séculos XV e XVI. Do lado de fora é possível notar a representação de Adão e Eva nus. No seu interior estão as obras Pietà, de Ivan Meštrović (renomado escultor croata), e Anunciação, atribuída a Tintoretto (consagrado pintor italiano). A estátua de São Braz é outra obra de Meštrović que pode ser vista dentro da igreja, bem como uma pintura de Jacopo Bassano, artista italiano. A cúpula, por fim, foi brilhantemente esculpida por Marko Andrijić. Assistimos a uma missa dominical com a comunidade local e a igreja estava repleta. É impressionante como são belos os hinos religiosos, mesmos cantados numa língua tão difícil para nós e como são devotos os croatas, mesmo após anos de dominação comunista.

Localizado em frente à catedral de São Marcos, o Museu da Cidade de Korcula exibe exposições de artistas locais e conta um pouco da história da ilha. Além disso, você encontra uma arquitetura renascentista sem igual e a exposição dos famosos brasões de Korcula. Ainda você pode ver o estatuto da ilha, os primeiros regulamentos e conjuntos de leis que constituem uma parte importante da história. Também não se pode deixar a casa onde se supõe ter nascido marco Polo. O resto do tempo, caminhe pelas ruelas, sente-se em algum dos bares para experimentar o vinho e a comida locais e aprecie a paisagem, que é imperdível!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s